sábado, 10 de setembro de 2011

Algumas coisas andam muito mal explicadas

  Quem vive na cidade de São Paulo ou na região metropolitana, convive com a polemica da lei da travessia de pedestres. Ocorre que tal fato ficou muito mal esclarecido perante a mídia de massa brasileira, todos nós sabemos da importância que a emissora do Plim - Plim e sua arqui-rival dão a informação de qualidade. Ambas se preocupam com números, o tal do índice IBOPE, aquele que quanto maior o numero maior a futilidade da programação e o descaso com o público, afinal o dinheiro move montanhas e maior audiência significa mais produtos vendidos e maior lucro dos anunciantes e consequentemente maior valor do horário anunciado.
  Vamos a polemica lei da travessia de pedestres, o transito paulista é caótico e isso fato, e quem mais sofre o pedestre, mais chego a um ponto, falta educação a ambos os lados tanto pedestres quanto motoristas, educação no transito deveria ser algo que se aprende de cedo como em países "desenvolvidos, já por aqui a educação vem na base do bolso, multar seria a melhor solução?
  Chegamos em outro ponto, o papel da mídia, a noticia foi dada de uma forma muito rápida e com pouca explicação, que o pedestre tem razão não podemos negar, mas com a má vontade do Plim - Plim, os pedestres estão se achando donos na rua na região metropolitana, andando por Osasco por exemplo, é possível ver pessoas se "jogando" na frente dos carros fora da faixa em avenidas e ruas de grande movimento, isso traz insegurança para o motorista, imagine você com sua família no carro a 60 km/h tendo que frear repentinamente ou desviar de um pedestre e causar um acidente de grandes proporções.
  Antes de tudo deveríamos começar educando os pequenos, já que é mais fácil instruir uma criança do que uma pessoa de mente formada, a tendencia dessa lei é piorar a situação, já que muitos pedestres não usam o bom senso, numa rua que esta vindo um veiculo apenas, o que custa esperar? Fora que alguns estão ignorando o farol de travessia, intendemos que se um automóvel não pode furar o farol, porque o pedestre quer ter esse direito? Sair na rua é assumir riscos e porque não reduzir esses riscos quando podemos, afinal o bom senso existe para ser usado e a mídia televisa, melhor não acreditar no que eles falam, afinal o que esta em jogo é o dinheiro e nada mais, da mesma forma que pensa nosso poder público.

4 comentários:

  1. Concordo , ja estou vendo isso a algum tempo , o pior é pedestre atravessar fora da faixa e ainda achar que tem razão....

    ResponderExcluir
  2. Pior que isso é mais aqui em Osasco, ontem do Jaguaré pra frente não vi ninguém fazendo isso.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo disse...
    Concordo plenamente, e da forma que esta sendo divulgado e explicado pela mídia e autoridades (entendidas de transito), motorista e pedestre estão perdidos com atual lei de transito em geral. Realmente se é para o pedestre atravessar em avenidas movimentadas, como vem acontecendo e transversais com farol vermelho para o mesmo, é melhor mudar urgentemente a cartilha de transito. Pois, com relação aos limites de velocidade também não é diferente.

    ResponderExcluir
  4. Apenas um fato desse nosso país, nós pagamos imposto de tudo, e os carros que prestam serviços a comunidade, como ambulâncias, pagam licenciamento e IPVA, o que forma nosso bola de neve, já que as prefeituras precisam arrecadar recursos para pagar esses impostos, na minha humilde opinião esses veículos deveriam ser isentos, essa lei da travessia é apenas uma pequena pedra no meio de uma montanha...

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o assunto do blog não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...