quarta-feira, 3 de julho de 2013

1959 Chevrolet Impala


  A linha 1959 da Chevrolet norte americana contava basicamente com um modelo de carro grande, onde o nível de acabamento definia o nome da versão. A versão básica mais despojada e desprovida de detalhes cromados era denominada Biscayne, os cromados limitavam-se a dianteira, contorno do para-brisas, moldura das lanternas traseiras e aos para-choques. A versão intermediaria passou a ser o Bel Air, versão topo de linha anteriormente, no Bel Air, as calotas cobriam completamente as rodas que por sua vez eram cromadas ou com detalhes na cor da carroceria, um friso lateral igualmente cromado cobrindo toda extensão da carroceria e moldura cromada agora também no vidro traseiro, contorno do teto e no "rabo de peixe". A versão top de linha era então a Impala, extensão lateral estilizada com a denominação da versão, cromados emoldurando todos os vidros inclusive a coluna central quando existente, sem contar acessórios disponíveis como par de antenas na traseira, estepe externo estilo presidence e até mesmo uma cobertura para as rodas traseiras. 
  Todas opções de acabamento da linha tinham opções também de carrocerias elas, sedan 4 portas com ou sem coluna central, perua com vidro traseiro descendente, cupê com ou sem coluna central e a versão picape El Camino baseada no luxuoso Impala como uma camionete recreativa. No caso da ilustração temos um Impala customizado, a faixa cromada lateral é a do Bel Air, mas o restante dos cromados correspondem a versão, rodas maiores, rebaixamento da suspensão e up-grade visível no sistema de freios com sistema a disco nas 4 rodas denunciam que o Impala Coupe não foi criado para brincadeiras, quem sabe um V 8 Big Block com alguma preparação aspirada ou um Small Block com compressor mecânico, ambos são sinônimos de diversão e potência extrema... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o assunto do blog não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...