quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Volvo XC60


  Após a compra da Volvo pela chinesa Geely no final de 2008, muitos vinham um destino incerto para a marca, mas como em todo bom negócio, a tecnologia sueca continua a ser empregada nos novos veículos da montadora e, em contrapartida a Geely aprimora os processos industriais visando o menor custo de produção sem interferir na qualidade do produto final e claro, aplicando tecnologia Volvo em seus veículos.
Geely, montadora chinesa que é a atual proprietária da Volvo.
  O XC60 surge como o segundo SUV da marca, menor que o XC90, ele traz a nova identidade da marca, linhas mais suaves, aredondadas e modernas dão nova cara aos modelos suecos sem tirar o a personalidade da marca, é algo como o estilo Round Square (cubo arredondado) bem sucedido. O modelo atual é na verdade um facelift do carro de 2008 e que desde 2014, ano de sua atualização de estilo e que passou a ser produzido também em Chengdu na China.
Volvo XC60 antes da reestilização de 2014.
  No Brasil o XC60 é oferecido em duas opções de motorização, sendo elas: T5 Drive-E, um motor 2.0 turbo de 4 cilindros que entrega a potência de 245 cv e um torque máximo de 35,7 kgf.m entre 1500 e 4800 rpm, apenas com tração dianteira ele é ligado a um cambio automático de 8 velocidades é focado na economia de combustível, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7,2 segundos e a velocidade máxima é de 210 km/h.
  A segunda opção é o T6 com motor 3.0 turbo de 6 cilindros em linha, esse motor entrega a potência máxima de 304 cv e tem um torque de 44,8 kgf.m disponível entre 2100 e 4200 rpm, essa opção traz um cambio automático de 6 velocidades, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 6,9 segundos e a velocidade máxima assim como no T5 Drive-E é de 210 km/h.
  O XC60 não é apenas mas um SUV, ele é assinado pela Volvo, a pioneira quando o assunto é segurança, a marca ainda é reconhecida mundialmente por construir carros seguros, aliás em cinto de segurança de 3 pontos foi projetado por Nils Bohilin, engenheiro da Volvo no ano de 1959, sua eficácia é demonstrada ainda hoje, mas de 50 anos depois ele continua a ser o principal item de segurança de todo automóvel, do modelo popular aos superesportivos.
Nils Bohlin e seu invento, o cinto de 3 pontos desenvolvido por ele na Volvo no ano de 1959. Item
de segurança padrão mesmo após 56 anos de sua criação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o assunto do blog não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...