quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Os 3 passos para cuidar bem dos pneus.

  Uma manutenção simples que é recomendada por todo fabricante de carros e de pneus é a calibragem periódica desses componentes que fazem o contato do automóvel com o solo. Coisas simples que aumentam a durabilidade do componente e até mesmo promovem uma economia de combustível, por miníma que essa economia seja, ao fim da vida útil dos pneus ela é mais do que recompensada, já que pneu é algo tão caro no Brasil. Abaixo você pode conferir os 3 passos dessa manutenção:


  • Calibragem dos pneus: É a manutenção mais básica e, feita de forma gratuita em qualquer posto de combustíveis, Toda informação necessária esta no manual do proprietário e, em uma etiqueta no batente da porta ou tampa do tanque de combustível, alguns veículos podem ser equipados com mais de um tipo de pneu, basta conferir na lateral do pneu qual sua dimensão e observar qual a pressão adequada. A calibragem promove o desgaste regular da banda de rodagem, pneus com sinal de desgaste acentuado na porção central é sinal de pressão muito alta, nas duas bordas falta de pressão, a melhor forma de conferir a pressão é com os pneus frios, já que quando aquecido o ar tem sua pressão elevada, é bom também manter o estepe calibrado, a calibragem pode ser feita semanalmente ou a cada 15 dias, a roda reserva deve ter sua pressão checada ao menos uma vez no mês. A tecla pneu vazia pode ser usada no estepe quando o mesmo não tiver pressão e, BAR alterna a escala de medida;

  • Alinhamento da direção: O alinhamento deve ser feito de forma preventiva a cada 10 mil km ou quando o carro parecer puxar para algum lado, além da convergência e divergencia, deve ser checado o angulo de cambagem, regulável em alguns modelos, o serviço é cobrado a parte, mas sua conferência é obrigatória no processo de alinhamento, em carros que não possuam regulagem da cambagem, deve-se verificar o sistema de suspensão, afim de encontrar alguma peça danifica e substituir a mesma, o camber fora de especificação altera a estabilidade do veículo e, promove o desgaste irregular na banda de rodagem, camber negativo consome a parte interior dos pneus de forma acentuada, a cambagem positiva por sua vez desgasta a partee externa do componente;
  • Rodizio de pneus: A intenção do rodizio é manter os pneus com desgaste uniforme em ambos os eixos, já que as rodas motrizes tendem a se desgastar mais, o rodízio deve ser feito em cruz, caso os pneus sejam direcionais, apenas trocados de eixo, já que a troca cruzada fariam os mesmos rodarem fora de sua posição original, o rodizio deve ser feito junto ao alinhamento, o valor não é caro e a economia com a compra de pneus é altamente justificada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos ou que não tenham relação com o assunto do blog não serão publicadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...